Cidadania Italiana

Seus representantes na Itália

LUIZ OSVALDO PASTORESenatore

Considerado um dos mais respeitados empresários brasileiros, com grandes investimentos na importação e indústria de transformação do cobre e alumínio no Brasil, Chile, Peru e Argentina, Luiz Osvaldo Pastore irá disputar as eleições para o Senado no Parlamento da Itália.


Pastore quer lutar pelos direitos da comunidade ítalo-descendentes da América do Sul, estimada em mais de 1 milhão de pessoas, envolvendo os países do Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, e Paraguai.


Ao ser questionado sobre os motivos que o levaram a disputar o cargo de senador pela Itália, Luiz Pastore não hesita: “Sou oriundi, um cidadão italiano”, afirma. “É uma oportunidade única fazer parte do Parlamento Italiano e da própria Comunidade Europeia e poder defender os direitos dos italianos que residem na América do Sul”.


A principal bandeira da campanha de Luiz Pastore será defender a manutenção da atual lei de cidadania italiana – a “Jus Sanguinis”, que é o direito de sangue. Essa legislação vigora há muitos anos na Itália e foi criada para proteger os filhos e descendentes dos imigrantes nascidos fora do território da Itália por causa das emigrações ocorridas nos séculos XIX e XX.


Luiz Pastore decidiu entrar para a vida pública há mais de 30 anos e foi suplente de senador pelo Estado do Espírito Santo, tendo assumido o cargo no período entre 2001/2002. Em toda a sua carreira, ele assumiu compromisso de adotar os valores éticos e morais, princípios herdados pelos seus país e avós, imigrantes italianos. “Muito me orgulho não só por terem desenvolvido uma sólida atividade econômica, gerando empregos, deixando o seu exemplo para os seus descendentes e contribuindo para o desenvolvimento do Brasil”.


Pastore reside em São Paulo, mas sua segunda casa é na Argentina onde é produtor rural. O empresário seguiu a tradição de trabalho de sua família e se tornou um dos mais importantes industriais do Brasil nos setores de cobre e alumínio, o Grupo IBR-LAM – Indústria Brasileira de Metais. Foi diretor da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e diretor executivo da Associação Brasileira do Cobre (ABC). Grande incentivador de esportes foi o mais jovem diretor administrativo da Sociedade Esportiva Palmeiras, o time de futebol italiano brasileiro, antigo Palestra Itália, e foi conselheiro por três mandatos do Palmeiras. Ligado à cultura, Pastore incentivou produções teatrais (“Amadeus”, de Piter Sheffer) e participou ativamente do cinema brasileiro, tendo produzido o filme “Paraíba Mulher Macho”, da consagrada diretora Tisuka Yamasaki, além de ser um dos maiores colecionadores de obras de arte do Brasil.

Luis Roberto LorenzatoDeputato

Luis Lorenzato é advogado, empresário e um dos principais promotores da Itália no Brasil, já organizou vários eventos para a promoção econômica e social dos dois países. Ao longo dos últimos cinco anos, ele trouxe mais de 500 empresários para a Itália buscando parcerias.


Aqui no Brasil, durante (02) dois anos, foi apresentador de um programa de televisão chamado CONEXÃO ITALIA na BAND CANAL 21 e na REDE RECORD TV MULHER para estimular as relações culturais e sociais entre o Brasil, a Itália e os países onde a comunidade italiana está presente na América do Sul.


É o candidato da Lega na coalizão de centro direita, porque acredita que a verdadeira riqueza da Itália são os 60 milhões de italianos por direito de sangue “JUS SANGUINIS” que vivem, particularmente no Brasil , e são bem qualificados na classe média brasileira e que devem poder criar um verdadeiro relacionamento com a PATRIA MÂE nossa ITALIA investindo, realizando negócios e até o sonho de ter a “ PRIMA CASA” na Itália e assim garantir de forma perene a identidade cultural e histórica do povo italiano.


Lorenzato foi membro do Conselho Superior de Responsabilidade Social da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e Membro do Conselho de Relações Internacionais da OAB/ SP.


É atualmente Presidente do Conselho de Administração da Fundação Lorenzato e Presidente da Vinícola Marhese di Ivrea.


Por sua atuação junto a Comunidade Italiana já recebeu diversas comendas e reconhecimento:

  • Medalha de reconhecimento do Ministério dos Italianos no Mundo no Ministério das Relações Exteriores da Itália;
  • Comendador da Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém - Vaticano;
  • Cavaleiro da Ordem Soberana Militar de Malta - Roma;
  • Medalha de Reconhecimento da Universidade de Pádua, Itália;
  • Medalha de prata da Câmara de Comércio e Indústria da Província de Pádua;
  • Bênção apostólica concedida por Sua Santidade o Papa João Paulo II
    • Moeda de Euro em Prata concedida por sua Santidade PAPA FRANCISCO.
  • Placa de reconhecimento do município de PADOVA.